Aiba apresenta demandas do setor agrícola ao Governo Federal

Instituto AIBA > Notícias > Notícias > Aiba apresenta demandas do setor agrícola ao Governo Federal

Manter a proximidade e o diálogo com órgãos do Governo Federal, entidades e parlamentares, com o intuito de atrair investimentos para a continuidade do desenvolvimento do setor agrícola no Oeste Baiano. Estes foram os principais objetivos alcançados durante a viagem de representantes da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) à Brasília, entre os dias (05) e (07). A comitiva liderada pelo presidente Odacil Ranzi, também foi integrada pelo vice-presidente Moisés Schmidt, o diretor financeiro Hélio Hopp e o diretor executivo Alan Malinski. “O produtor tem feito um trabalho fantástico na região, desenvolvendo a agricultura sustentável dos pontos de vista social, econômico e ambiental. Por outro lado, aquilo que é da responsabilidade dos governos, nós, no papel de dirigentes agrícolas, temos ido atrás”, disse o presidente da Aiba, Odacil Ranzi. “Nessa visita levamos nossas demandas, buscamos projetos inovadores e fizemos o networking do agro com os postos de comando do Governo federal. Por isso, a programação foi bem produtiva”, definiu. O grupo foi recebido pelo deputado federal Cacá Leão (PP-BA), para uma conversa sobre o fomento da agricultura regional. Em seguida, ao lado do deputado federal Carlos Tito (Avante-BA), os dirigentes da Aiba participaram de um encontro com o vice-presidente da república, General Hamilton Mourão, com quem abordaram assuntos relevantes para o Oeste da Bahia, a exemplo da infraestrutura e o desenvolvimento econômico. Os senadores Otto Alencar e Ângelo Coronel, ambos do PSD da Bahia, também receberam a comitiva oestina.  Foram visitados, também, os Ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). No primeiro, conversaram com o secretário executivo, Sérgio Freitas de Almeida, sobre projetos desenvolvidos pela pasta para a inserção de novas tecnologias no setor agrícola. Na segunda visita, no Mapa, encontraram o ministro Marcos Montes, com quem visitaram a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Outros dois compromissos importantes foram cumpridos no Mapa: uma reunião com Guilherme Bastos, responsável pela Secretaria de Políticas Agrícolas (SPA). Na pauta, a impenhorabilidade de propriedades rurais com área inferior a quatro módulos fiscais. Ainda no Ministério da Agricultura, encontraram Waldeck Araújo Júnior, responsável pela área de cadeias produtivas de cacau, e o diretor da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação (SDI), Cléber Oliveira Soares, com o qual trataram de assuntos relacionados à irrigação do Oeste Baiano.  Uma visita de cortesia foi feita à sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), onde os membros da diretoria trataram com o diretor-presidente, Marcelo Moreira, e o assessor, José Vivaldo Mendonça, dos projetos da Codevasf que estão sendo conduzidos na região Oeste da Bahia. Já no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), estiveram com o diretor geral, general Antônio Leite dos Santos Filho e o presidente do Rotary Club da Bahia, Marcos Euzébio, onde entregaram uma nota técnica solicitando, o mais breve possível, a reestruturação e a conclusão do trecho da BR 020 que liga o estado da Bahia ao Piauí. Houve, ainda, visitas à Oleoplan, para tratar da parceria entre a companhia e o Prodeagro, que poderá trazer mais recursos para a infraestrutura agrícola do Oeste Baiano, e à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), pelo diretor executivo da Aiba, Alan Malinski, que abordou os problemas de armazenamento de grãos que significam um gargalo para a agricultura da região. Os representantes da Aiba ainda encontraram o ex-ministro João Roma e o presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), João Martins.  Todos os responsáveis pelos órgãos e parlamentares visitados foram convidados para a 16ª Bahia Farm Show, que será realizada entre 31 de maio a 04 de junho de 2022, em Luís Eduardo Magalhães-Bahia.   Ascom Aiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.